Experiências Erasmus na 1ª Pessoa

Jessica Silva

jessicaOs estágios curriculares são importantes na formação de qualquer futuro gestor e o contacto com o mundo do trabalho prepara-nos e ajuda-nos a crescer como futuros profissionais. No que diz respeito a fazer um Estágio Erasmus, ajuda-nos também a entrar num mundo laboral de uma cultura diferente ou numa língua diferente, o que só me trouxe benefícios.  Tentei aprender o máximo possível no decorrer da minha experiência, quer em termos técnicos como em termos sociais e culturais. Penso que consegui atingir esse objectivo com a ajuda da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE) e, no final, graças a todo o apoio prestado pelo Le Meridien RA Beach Hotel and Spa (El Vendrell, Espanha), sinto que esta experiência me fez crescer em vários aspectos. Apercebi-me que a postura no trabalho é decisiva. Se nos apresentarmos humildes, esforçados e com vontade de aprender, as pessoas irão preocupar-se em ensinar-nos e também se mostram dispostas a ajudar, independentemente da sua nacionalidade ou língua.

Outro factor importante em fazer um estágio curricular internacional é o conhecimento que se ganha de outra cultura e sociedade. No meu caso, um dos grandes benefícios que senti foi a nível do meu espanhol, que melhorou significativamente. É certo que quem queira aprender mais profundamente uma língua, não há melhor maneira do que ir trabalhar para um país que pratique a língua em questão.

Constança Montenegro

constancaFoi através da minha faculdade, Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, que tive a oportunidade de fazer parte do programa Estágio Erasmus.

É uma sorte conseguir estágios remunerados e, com este programa, foi-me oferecida a possibilidade de estagiar dentro da União Europeia. Foi assim que escolhi Bruxelas!

Foi uma experiência incrível e esta bolsa deu azo para ter qualidade de vida e viver numa zona segura, para além de não estar com a pressão de não ter o suficiente para uma emergência ou qualquer outra situação pontual. A cidade é muito bonita, civilizada e fui muitíssimo bem tratada pela entidade de acolhimento: The Four Points by Sheraton.

Se queres viver uma cultura, aprender outra língua e ganhar conhecimentos sobre ti e sobre os outros para a vida, inscreve-te! São três meses de aprendizagem e uma oportunidade que, mesmo a curto prazo, te ajudará a adaptar facilmente às constantes mutações do mundo globalizado que hoje vivemos.

Carlota Morais

carlotaEnquanto estudante recém-licenciada, considerei a oportunidade de realizar um estágio na NETVACATION GmbH em Hamburgo, uma mais-valia no início do meu percurso profissional e uma possibilidade de satisfazer o meu desejo de trabalhar no estrangeiro. Aqui, conto com uma equipa jovem e dinâmica, que recebe com frequência novos estagiários que colaboram na construção e desenvolvimento desta internet start-up e que, diariamente, aprofundam os seus conhecimentos.

Considero que, para além do enriquecimento pessoal e da aprendizagem contínua que tenho realizado durante estes meses, o mais importante é o ambiente que me rodeia: não existem barreiras linguísticas no que diz respeito à comunicação com os elementos que constituem esta equipa, visto que os benefícios que retiramos desta experiência internacional são, sobretudo, a geração de amizades, assim como a cooperação e o respeito pelo trabalho aqui desenvolvido.

Miguel Caeiro

miguel caeiroAtualmente, a consciencialização das vantagens de uma experiência académica e/ou profissional no estrangeiro está cada vez mais presente. Estas experiências revelam-se contributos muito significativos para a formação pessoal e profissional de quem as realiza. Isto é um facto cada vez mais presente. Contudo, a noção dos benefícios desta experiência só é verdadeiramente adquirida quando passamos por ela.

Parti para um estágio profissional, no âmbito do programa Erasmus e do mestrado de Línguas e Negócios, em busca de uma experiência enriquecedora, e é com grande satisfação que posso afirmar que a encontrei.

Na Sicence4you deparei-me com um bom ambiente de trabalho, com pessoas prontas a ajudar e a ensinar quem tem vontade de trabalhar e de aprender. Ganhei uma nova perspetiva do mercado de trabalho e adquiri novos conhecimentos através da pluralidade de atividades que realizei.

Também o meu domínio da língua melhorou significativamente com o contacto direto com o país e a sua cultura.

Estas são apenas algumas das vantagens de uma experiencia profissional num país estrangeiro. Todo o conjunto de aprendizagem e evolução pessoal só pode ser sentido ao passar por isto, mas é certamente uma iniciativa muito vantajosa para quem se aventurar a fazer parte dela.

Filipa Xara-Brasil

filipaEstava à espera de um estágio em Portugal há uns meses para o 2º ano de mestrado, quando me falaram da possibilidade de um estágio Erasmus. Já tinha feito um curso de Verão em Inglaterra e a mobilidade Erasmus de estudos em Valência e sempre esteve nos meus planos sair de Portugal uns anos para trabalhar. Surgindo, assim, uma oportunidade como esta não a podia deixar escapar.

Foi quando comecei a estudar para a entrevista na Science4you, que me apaixonei pelo projeto e, na entrevista, adorei o ambiente, gente nova, aberta, bem disposta! Logo que fui aceite, foram quinze dias para planear a ida, tarefa difícil, mas possível. Afinal era um sonho realizado, a possibilidade de fazer parte de um projeto de que gosto, e acredito, com um ótimo ambiente e numa cidade que adoro!

Agora, passados dois meses que estou em Madrid constato que aprendi mais nestes dois meses do que alguma vez tinha imaginado aprender na minha estadia.
Estou feliz, sinto-me útil, e capaz de fazer a diferença!

Ana Rodrigues

ana rodriguesO meu nome é Ana Cristina Rodrigues e sou licenciada em Direção e Gestão Hoteleira pela ESHTE (Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril).

No passado verão (Julho, Agosto e Setembro de 2012), realizei um estágio ERASMUS em Barcelona, no Hotel Claris.

Um dos motivos que me fez decidir fazer ERASMUS foi porque adoro viajar e conhecer novas realidades, embora Barcelona não seja uma cidade muito diferente de Lisboa.

O fato de viajar sozinha para um local desconhecido obriga-nos a criar defesas para ultrapassar obstáculos. Depois de três meses de descobertas de locais por mim desconhecidos e laços de amizade criados, posso afirmar que, sem dúvida, é uma experiência enriquecedora e recomendo!
Este site foi financiado com o apoio da Comissão Europeia. A informação contida neste site vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão responsável pela utilização que dela possa ser feita.

UCP    logo eshte    logo fch       Erasmus